Comportamento Geral

Capa Comportamento Geral

Biscoito Fino – 2008

55 21 2262-5449
contato@danielgonzaga.com.br
OUÇA A DISCOGRAFIA COMPLETA

Comportamento geral
1 – 3:16 (GONZAGUINHA) EDIÇÕES MUSICAIS MOLEQUE LTDA BRD660700001

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Compre o CDCompre a MúsicaLetra da Música

Você deve notar que não tem mais tutu E dizer que não tá preocupado Você deve lutar
pela xepa da feira E dizer que está recompensado Você deve estampar sempre um ar de
alegria E dizer tudo tem melhorado Você deve rezar pelo bem do patrão E esquecer que
está desempregado

Você merece, você merece Tudo vai bem, tudo legal Cerveja, samba e amanhã seu Zé Se
acabarem com teu carnaval

Você deve aprende a baixar a cabeça E dizer sempre muito obrigado São palavras que
ainda te deixam dizer Por ser homem bem disciplinado Deve pois só fazer pelo bem da
nação Tudo aquilo que for ordenado Pra ganhar um fuscão no juízo final E diploma de
bem comportado

Você merece, você merece Tudo vai bem, tudo legal Cerveja, samba e amanhã seu Zé Se
acabarem teu carnaval

Dias de Santos e Silvas
2 – 4:29 (GONZAGUINHA) WARNER CHAPPELL BRD660700002

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Compre o CDCompre a MúsicaLetra da Música

O dia subiu sobre a cidade Que acorda e se põe em movimento Um despertador bem
barulhento Badala bem dentro em meu ouvido Levanto, engulo meu café Corro e tomo
a condução Que como sempre vem cheia Anda para e me chateia Está quente pra chuchu
Meu calo dói A certeza já me roi Levo bronca do patrão Mas sonhei e fiz a fé no avestruz
Que vai me dar uma luz Leva uma nota pra mão

A tarde transcorre calma e quente Nas ruas ao sol fervilha a gente Batalham como eu o
leite e o pão Que o gato comeu e o rato roeu Aumenta tudo, aumenta o trem Aumenta
o aluguel e a carne também É, mas sei, vai melhorar Pior do que está não dá pra ficar Ai
meu deus, se o avestruz der na cabeça Vou ganhar dinheiro à beça, Faço minha
redenção E vou lá dentro do escritório do patrão Peço aumento – ele não dá Mostro a
grana e a demissão A noite desceu sobre a cidade Nas filas calor, suór, cansaço Meu

corpo está que é só bagaço E se está de pé é de teimoso Eu desejando minha cama
Furam a fila e alguém reclama Louvaram a mãe do rapaz Que diz que faz e desfaz E só
falta uma briguinha E eu ir para o xadrez Pobre não tem mesmo vez Não dá sorte ou dá
azar E o danado do avestruz também nåo deu Minha mulher vai reclamar o dinheiro que
era seu Que o gato comeu, o rato roeu (alguém se lambeu…)

Com a perna no mundo
3 – 3:41 (GONZAGUINHA) EDIÇÕES MUSICAIS MOLEQUE LTDA BRD660700003

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Compre o CDCompre a MúsicaLetra da Música

Acreditava na vida Na alegria de ser Nas coisas do coração Nas mãos do muito fazer
Sentava bem lá no alto Pivete, olhando a cidade Sentindo o cheiro do asfalto Desceu por
necessidade Ô Dina, teu menino desceu o São Carlos Pegou num sonho e partiu Pensava
que era um guerreiro Com terras e gentes a conquistar Havia um fogo em seus olhos Um
fogo de não se apagar

Diz lá pra Dina que eu volto Que seu guri não fugiu Só quis saber como é – qualé? Perna
no mundo, sumiu

E hoje depois de tantas batalhas A lama nos sapatos é a medalha Que ele tem pra
mostrar Passado é o pé no chão e um sabiá Presente é a porta aberta E futuro é o que
virá E o e e a e o moleque acabou de chegar E o e e a nessa cama é que eu quero
sonhar E o e e a Amanhã boto a perna no mundo E o e e a É que o mundo é que é
meu lugar

João do Amor Divino
4 – 4:13 (GONZAGUINHA) EDIÇÕES MUSICAIS MOLEQUE LTDA BRD660700004

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Compre o CDCompre a MúsicaLetra da Música

Trinta e nove anos de batalha sem descanso na vida Dezenove anos trapos juntos com a
mesma rapariga Nove bocas de criança para encher de comida Mais de mil pingentes na
familia para dar guarida Muita noite sem dormir perdida na fila do INPS Muita xepa sobre
a mesa coisa que já nao estarrece Todo dia um palhaço dizendo que Deus dos pobres
nunca esquece E um bilhete mal escrito que causou um certo interesse É que meu
nome é João do Amor Divino de Santana e Jesus Já carreguei – não guento mais – o peso
dessa minha cruz Sentado lá no alto do edifício ele lembrou do seu menor Chorou e
mesmo assim achou Que o suicídio ainda era o melhor E o povo lá embaixo olhando o
seu relogio Exigia e cobrava a sua decisão Saltou sem se benzer por entre aplausos de
emoção Desceu os sete andares num silêncio de quem já morreu Bateu no calçadão e de
repente ele se mexeu Sorriu e o aplauso em volta muito mais cresceu João se levantou
e recolheu a grana que a platéia deu Agora ri da multidão executiva quando grita Pula e
morre seu otário Pois como tantos outros brasileiros É profissional de suicídio E defende
muito bem o seu salário

Não dá mais pra segurar (Explode coração)
5 – 4:25 (GONZAGUINHA) EDIÇÕES MUSICAIS MOLEQUE LTDA BRD660700005

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Compre o CDCompre a MúsicaLetra da Música

Chega de tentar dissimular e disfarçar e esconder O que não dá mais pra ocultar E eu não
quero mais calar Já que o brilho desse olhar foi traidor E entregou o que você tentou
conter O que você não quis desabafar
Chega de temer, chorar, sofrer, sorrir se dar E se perder e se achar E tudo aquilo que é viver
Eu quero mais é me abrir e que essa vida entre assim Como se fosse o sol disvirginando
a madrugada Quero sentir a dor dessa manhã
Nascendo, rompendo, tomando, rasgando meu corpo e então eu Chorando sorrindo
sofrendo adorando gritando Feito louca, alucinada e criança Sentindo meu amor se
derramando Não dá mais pra segurar Explode coração

Gás Neon
6 – 4:17 (GONZAGUINHA) WARNER CHAPPELL BRD660700006

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Compre o CDCompre a MúsicaLetra da Música

Viver nessa longa avenida de gás neon Portas de ouro e prata, Falsos sonhos nessas noites
de verão Faces coloridas Farsas de alegria Beijos sem sabor Gestos clandestinos Tontos
e sedentos de amor Espinhos rosas risos pranto e tanto desamor Cortes cicatrizes, gritos
engasgados Lágrimas de dor Máscara no rosto, continua a festa No sorriso o sal A
orquestra geme as dores do palhaço Triste marginal

Ai de quem mergulhar nesse mar de veneno Nessa lama enfeitada, nesse sangue das
taças Temendo sofrer Ai de quem quer negar esse mar de veneno Mil vezes maldito Na
inconsciência das vidas a margem Há de ser

Namorar
7 – 3:35 (GONZAGUINHA) EDIÇÕES MUSICAIS MOLEQUE LTDA BRD660700007

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Compre o CDCompre a MúsicaLetra da Música

Meu amor eu quero é namorar A vida é linda Você é linda demais Descobri o segredo da
paz A paz é da cor do amor E o amor, meu amor, é em toda cor

É de toda cor, todo coração Já chegou, já está E nem quer saber que será Descobri o
segredo da paz A paz é no tom do amor E o amor meu amor é em todo tom

Ah, canta meu coração Pra todo mundo ouvir Canta que é feliz Diz

Linda é a nação do amor Luz de lua, luz de sol E é gostoso namorar

Feliz
8 – 4:23 (GONZAGUINHA) EDIÇÕES MUSICAIS MOLEQUE LTDA BRD660700008

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Compre o CDCompre a MúsicaLetra da Música

Para quem bem viveu o amor Duas vidas que abrem não acabam com a luz São
pequenas estrelas que correm no céu Trajetórias opostas sem jamais deixar de se olhar

É o carinho guardado no cofre de um coração que voou É o afeto deixado nas veias de um
coração que ficou É a certeza de eterna presença, Da vida que foi Da vida que vai É
saudade da boa Feliz cantar Que foi foi foi foi bom e pra sempre será
Mai mai mai maravirosamente amar

Recado
9 – 4:40 (GONZAGUINHA) EDIÇÕES MUSICAIS MOLEQUE LTDA BRD660700009

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Compre o CDCompre a MúsicaLetra da Música

Se me der um beijo eu gosto Se me der um tapa eu brigo Se me der um grito não calo
Se mandar calar mas eu falo Mas se me der a mão claro, aperto Se for franco direto e
aberto Tô contigo amigo e não abro Vamos ver o diabo de perto

Mas preste bem atenção seu moço Não engulo a fruta e o caroço Minha vida é tutano é
osso Liberdade virou prisão

Se é amor deu e recebeu Se é suór só o meu e o teu Verbo eu pra mim já morreu Quem
mandava em mim nem nasceu

É viver e aprender Viver e entender malandro Vá compreender Vá tratar de viver E se
tentar me tolher é igual Ao fulano de tal que ta aí Se é pra ir, vamos juntos Se não é já
não tô nem aí

Sangrando
10 – 3:04 (GONZAGUINHA) EDIÇÕES MUSICAIS MOLEQUE LTDA BRD660700010

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Compre o CDCompre a MúsicaLetra da Música

Quando eu soltar a minha voz Por favor, me entenda Que palavra por palavra Eis aqui uma
pessoa se sentregando Coração na boca, peito aberto Vou sangrando São as lutas dessa
nossa vida Que eu estou cantando

Quando eu abrir minha garganta Essa força tantaTudo o que você ouvir Esteja certa estarei
vivendo Veja o brilho dos meus olhos E o tremor nas minhas mãos E o meu corpo tão
suado Transbordando toda raça e emoção

E se eu chorar e o sal molhar O meu sorriso Não se espante, cante Que o teu canto É a
minha força pra cantar Quando eu soltar a minha voz Por favor, entenda É apenas o meu
jeito de viver O que é amar

Diga lá coração
11 – 4:42 (GONZAGUINHA) EDIÇÕES MUSICAIS MOLEQUE LTDA BRD660700011

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Compre o CDCompre a MúsicaLetra da Música

São coisas dessa vida tão cigana Caminhos como as linhas dessa mão Vontade de chegar
e olha eu chegando E vem essa cigarra no peito Já querendo ir cantar noutro lugar

Diga lá meu coração Da alegria de rever essa menina E abraça-la, e beija-la Diga lá meu
coração Conte as histórias das pessoas Nas estradas dessa vida

Choro essa saudade estrangulada Fale, sem você não há mais nada Olhe bem nos olhos
da morena E veja lá no fundo a luz daquela primavera Durma qual criança no teu colo
Sinta o cheiro forte do teu solo Passe a mão nos seus cabelos negros Diga um verso bem
bonito e de novo vá embora

Diga lá meu coração que ela está dentro Em meu peito e bem guardada E que é preciso
mais que nunca prosseguir Espere por mim morena Espere que eu chego já O amor por
você morena

Festa
12 – 4:23 (GONZAGUINHA) EDIÇÕES MUSICAIS MOLEQUE LTDA BRD660700012

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Compre o CDCompre a MúsicaLetra da Música

Sol vermelho é bonito de se ver Lua nova no alto que beleza Céu azul bem limpinho é
natureza Em visão que dá muito de prazer Mas o lindo pra mim é céu cinzento Com
clarão entoando seu refrão Prenúncio que vem trazendo alento Pra chegada da chuva
pro sertão Ver a terra rachada amolecendo A terra, antes pobre, enriquecendo O milho
pro céu apontando O feijão pelo chão enramando

E depois pela safra que alegria Ver o povo todinho num vulcão A negada caindo na folia
Se esquecendo de tanta danação

Belo é o sertão pegando fogo Na pisada gostosa do baião

Belo é o recife pegando fogo Na pisada do maracatu

Chão, pó, poeira
13 – 3:03 (GONZAGUINHA) EDIÇÕES MUSICAIS MOLEQUE LTDA BRD660700013

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Compre o CDCompre a MúsicaLetra da Música

Chão, pó, poeira, Pé na estrada Sol na moleira, Chuva danada Já tive medo, Mãe ai que
manha Mata ai que mata, Mato oi que mato Faca facão, Corta espinho Mão caleijada,
Rompe caminho

Da vida
14 – 4:24 (GONZAGUINHA) EDIÇÕES MUSICAIS MOLEQUE LTDA BRD660700014

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Compre o CDCompre a MúsicaLetra da Música

Se na saudade se canta Na alegria também se chora O amor que dá nó na garganta É
aquela dor que toda gente adora Não fique triste meu amor Se eu cheguei agora E daqui
a pouco eu vou embora

É o coração de um caminheiro Explodindo nas estradasMinha vida é mundo afora
Vou viver por aí

Quanto mais longe do teu beijo Maior é o meu desejo de estar junto à você O amor que
dá nó na garganta É aquela dor que toda gente adora

O que é o que é
15 – 2:55 (GONZAGUINHA) EDIÇÕES MUSICAIS MOLEQUE LTDA BRD660700015

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Compre o CDCompre a MúsicaLetra da Música

E a vida? A vida o que é? Diga lá meu irmão Ela é a batida de um coração Ela é uma doce
ilusão Mas, e a vida? Ela é maravida ou é sofrimento Ela é alegria ou lamento? O que é
o que é meu irmão?

Há quem fale que a vida da gente é um nada no mundo É uma gota, é um tempo Que
nem dá um segundo Há quem fale que é um divino mistério profundo É o sopro do
criador Numa atitude eterna de amor Você diz que é luta e prazer Ele diz que a vida é
viver Ela diz que o melhor é morrer Pois amada não é E o verbo é sofrer Eu só sei que
confio na moça E na moça eu ponho a força da fé Somos nós que fazemos a vida Como
der ou puder ou quiser Sempre desejada Por mais que esteja errada Ninguém quer a
morte Só saúde e sorte E a pergunta roda E a cabeça agita Eu fico com a pureza da
resposta das crianças É a vida, é bonita e é bonita Viver e não ter a vergonha de ser feliz
Cantar a beleza de ser um eterno aprendiz Eu sei que a vida devia ser bem melhor e será
Mas isso não impede que eu repita É bonita é bonita e é bonita

Esse disco foi gravado ao vivo. Voz, guitarras, violão, baixo, bateria, percussões… tudo.
Tocamos, alguns de nós, juntos há algum tempo. Os mais novos são o Clevinho (que já tocou
uma vez conosco) e o Carlos Bernardo, que chegou para a gravação sem saber o que ia fazer.
Fiquei um ano remoendo arranjos, escrevendo, gravando, pré-produzindo.
Tocamos algumas vezes, coisas deram certo, algumas não terminei de escrever – fomos
escrever, juntos, no estúdio.
Acho que chegou a hora. Como gravar? ProTools ta aí… dá pra gravar em casa… over and
overdubs… fazer um show…
Decidimos gravar ao vivo. Se um erra, pára tudo e recomeça.
Não gravamos em casa.
Sem montagem. Só mixagem e master.
Então esse registro (bom termo) tem (talvez): coisas certas e erros de gravação que foram
mantidos. Conversas entre nós, músicos. Vozes como foram gravadas, barulhos, vazamentos,
letras às vezes diferentes e coisas aprendidas com o próprio Gonzaga – e não em seus discos.
Acompanhando a estrada dele (fui seu roadie por um tempo). Letras que ele mesmo alterava a
cada show e que ficaram em minha mente (a periferia da minha mente).
Fomos então para o estúdio Verde (valeu Bomba!!! Valeu Pedro Moraes – zagueiro-zagueiro) e
montamos o circo.
4 dias de festa. Todos em harmonia. O estúdio à disposição. Comida, tudo certo. Músicos,
técnicos, produtores, assistentes, Iluminador, cinegrafistas avoadores, amigos e filhos.
Um pessoal filmou tudo pra fazer o DVD. Música e partituras e uisque e cigarros e cansaço e
momentos.
Nossos momentos alí, criando. Esse disco é meu e dos músicos que estiveram comigo durante
essa jornada, juntos há algum tempo. Amigos.
Gravar meu pai foi um processo de 16 anos e quatro discos. Espero que você goste do quinto.
Ouça os outros também, se quiser.
Espere o próximo.
Gonzaga – Você ia adorar o caminho. Saudades diárias.

Pedro Moraes baixo elétrico e clevinger
João Gaspar guitarra semi-acústica, violão godin,
cavaquinho, bandolim, pedal steel, guitarra de 12
Cassio Cunha bateria
Marcos Trança percussão
Clevinho flauta transversal, sax soprano
Carlos Bernardo violão nylon
Daniel Gonzaga voz, violão nylon
Daniel Gonzaga produção musical
Pedro Moraes assessoria de produção
Rodrigo Resende produção executiva
Felipe Resende assessoria de produção
Ricardo Bomba técnico de gravação
Adilson assistente de gravação
Thiago Frazão roadie
Renato Alscher mixagem
Daniel Gonzaga + todo mundo um pouco arranjos
Sivanir Batista projeto gráfico [settor@mandic.com.br]
Wilton Montenegro foto/capa
Gravado ao vivo no estúdio Verde entre os dias 28 e 31 de Março de 2007
Mixado no estúdio Corredor 5
Masterizado no estúdio BatMasterson

Uma ideia sobre “Comportamento Geral

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *